Arquivo da categoria ‘Reflexão’

A fome angustiante da alma.

Publicado: 09/24/2013 em Reflexão
A alma busca através do corpo conectar-se com o que a satisfará, mas busca na fonte errada. A alma é eterna, somente o eterno pode saciá-la.

Muita força, nenhum progresso.

Tudo deseja, nada alcança. Sempre a sonhar com grandes saltos em queda livre, encontrando o tesouro perdido ou até mesmo num delicioso voo por entre as nuvens, sim! A alma e seus delírios. Angustiada questiona: De onde eu vim? O que perdi? Para que nasci? Em disparada, a alma parte vida à fora procurando seu porto-seguro. No êxtase de cada tentativa, a ilusão da conquista se apodera de nós e uma porção microscópica de eternidade rapidamente se vai na mesma velocidade com a qual se apresentou, súbita e arrebatadora; rouba-nos os sentidos e empobrece o discernimento, mergulhamos então no abismo profundo de desilusão. A frustração nos arremete ao estágio inicial, mas com uma nova carga; a culpa, a morna e confortável autocomiseração, sem esperança nos determinamos a nunca mais confiar em nada ou em alguém, acreditamos que um computador, um quarto escuro e uma sepultura é tudo que nos resta. Cada vez mais insensíveis, passamos a buscar formas seguras de relacionamento e nos fiamos na superficialidade, julgando ser a forma mais prudente para continuar a vida falsa que decidimos viver. Muitos são os convites para tornar real a tão sonhada plenitude, alguns deles vêm numa bonita embalagem de shopping, outros se consomem numa ponta de cigarro, nas orgias e bares da vida; mas deixam o gosto, as manchas e feridas que não cicatrizarão, um odor nauseabundo impossível de ser disfarçado ainda que com a melhor das fragrâncias. Todas as respostas que buscamos não estão online, o Google não pode encontrar para nós o que procuramos(não saberíamos nem o que pedir ao motor de busca), tudo o que precisamos está sob os nossos joelhos quando os dobramos em humilhação diante de quem nos amou desde o princípio, na verdade Deus se interessou por nós quando nenhuma grife havia sequer cogitado a ideia de nos vestir, antes deste mundo ter o controle sobre nós, antes de qualquer mercado estar preparado para nos por numa prateleira de supermercado; quando a vida esta sendo gerada em nós; Ele já havia comprado a nossa liberdade com a vida preciosa de Seu Filho.
Do espírito, bem no fundo do ser, surge um rumor. Aquela voz que nunca cessa de expressar a verdadeira motivação da Vida, quem realmente conhece o porquê do existir e sabe o caminho de volta para casa, algo que nunca contenderia para sempre com o homem devido à sua natureza carnal. Uma voz impossível de ser silenciada completamente, basta ouvir o Nome do Mestre para encher-se de esperança. Por um breve momento, a alma inclina-se a ouvir esta voz e permite-se vivificar pela Palavra, encontrando para todo o sempre o Descanso que tanto sonhara, enfim não era um sonho, muito menos um delírio: É a Criação respondendo ao Clamor do seu Criador dizendo-lhe: Aba, Pai!

Autoria: Wandson Ferreira
Edição e Revisão: Allex Araújo

Crer e Obedecer

Publicado: 08/31/2013 em Reflexão

OBEDECER

Jamais o Nome de Jesus Cristo foi tão falado no mundo inteiro. Muitos o têm em seus carros e estampado em suas camisetas. Nos programas de  TV,  Jesus sempre está em evidência; sendo elogiado, desacreditado ou até mesmo mitificado. Uma pergunta simples foi feita pelo Mestre: “O que as pessoas dizem ao meu respeito?”.

Pelas ruas e avenidas, as denominações (Instituições cristãs) com muita veemência proclamam sua autoridade em responder a esta pergunta, são as conhecidas: “Agências do Céu” com prerrogativas como: “O Reino de Deus na Terra”. Ao olhar para este cenário tão provocativo, em algumas vezes me pergunto: Será que alguma vez essas pessoas perguntaram ao Nazareno se este é realmente o seu Reino? Ou se Deus está se agradando do tributo o qual recebe daquilo que denominam ‘Sua vontade’?.

Jesus Cristo teve uma vida relativamente curta; foi criança, adolescente e quando jovem era, quase sempre, seguido por multidões que buscavam Dele receberem milagres, provisões e palavras de sabedoria. Por aquilo que fez e ensinou, cumprindo as profecias que sobre Ele foram anunciadas pelos antigos profetas, foi perseguido, traído, sofreu o flagelo destinado a todos os homens, morreu e ressuscitou ao terceiro dia. Foi assunto aos céus; de onde prometeu retornar para levar consigo seus fiéis. O Nazareno, em sua curta passagem pela Terra, foi um elemento de contradição por onde passou; seus ensinos causam paixão e furor até os dias de hoje. No entanto, é possível notar grande diferença entre os cristãos da “Igreja Primitiva” e os que se declaram cristãos nas pesquisas e fichamentos de suas congregações. No ímpeto de fazer a “vontade de Deus”, esquecem-se de consultar a Palavra de Deus para conhecê-la e, assim, gastam mais tempo com programações de entretenimento do que em oração, logo, resultando numa bagunça sem fim. No livro de Atos dos Apóstolos, é o público quem apelida os discípulos de cristãos, devido ao modo piedoso como eles viviam e a forma extasiante com a qual anunciavam o nome de Jesus Cristo, não era uma forma de expressar intenções partidárias, nem ostentação de seus bens. Os seguidores de Jesus aprenderam com o Mestre a não considerar nada do que tinham como realmente seu, além da instrução de sustentar órfãos e viúvas. Também foram ensinados a tratar bem as crianças e a hospedar peregrinos; outro aprendizado é que nessa vida se pode possuir tudo e não ter absolutamente nada, pois o tesouro está onde o coração estiver (há muitos corações vazios e tesouros mareados que pensam ter e valer muito hoje em dia).

Na verdade, caros leitores, ninguém é tão ingênuo assim. Ignora-se a Palavra de Deus por saberem que ela reprova suas más ações e que o juízo nela contido está estampado em cada página. Há ferreiros que mexam com a forja sem ao menos chamuscar os cabelos, ou sem ter algumas pequenas marcas de queimaduras? É impossível se aprofundar nas Escrituras e não conhecer a vontade Daquele que a Inspirou, a escolha é livre e a sentença é óbvia. Porém, nos ouvidos dos transgressores, a Palavra de Deus causa comichão. Portanto, refrigera a alma dos que A obedecem, enfurece os que a detestam e traz vida àqueles que vivificados por ela foram.

Quero apenas incentivá-los, vocês leitores, a não serem guiados por sonhos e visões, nem mesmo por esta epístola, mas a buscarem nas Escrituras, conhecer a Vontade de Deus (De certo, o Espírito Santo nos guiará a toda a Verdade, apenas se buscarmos por Ela). O que fazer? Valorizar as EBD, grupos de estudo e aproveitar toda a oportunidade de aprender mais sobre a Palavra de Deus (fontes fidedignas, é claro). Assim, o nome de Jesus sairá das baias de crendices e superstições e poderá, pois, cumprir aquilo que a Escritura diz que tem poder para fazer: Perdoar pecados, expulsar demônios, curar enfermos, desfazer as obras do maligno: Ressignificar a vida!

Malaquias 1.6 II Timóteo: 4.3 Hebreus 5.8 João 1.4

Autoria:  Wandson do Vale Macuco.

Revisão e Edição: Allex Araújo

Ouvir Deus.

Publicado: 05/26/2013 em Reflexão

voz-de-Deus

Parece coisa de maluco, mas ainda há pessoas hoje em dia que buscam ouvir a Voz de Deus(e conseguem…) em inúmeras vezes nos perguntamos se tudo isso é real, se estamos verdadeiramente anelados a um propósito de existir, ou se somos um fruto fenomenal do acaso; mas tenho a missão de ratificar a você leitor: Deus fala! Nunca deixou de falar e com toda a veemência que a Sua Onipotência lhe confere. Sim,  fomos nós que nos tornamos cada vez mais surdos e prontos a ouvirmos todas as outras vozes(as de dentro e de fora) que falam sempre das mesmas coisas; vozes da terra só nos podem falar de coisas terrenas, cada instrumento comunica a mensagem cuja natureza lhe permitiu comunicar. Ao olharmos para os céus somos convidados por gentis pensadores a ouvir estrelas, por médiuns; a ouvir os espíritos e até mesmo há vozes que nos gritam insistentemente para conseguir a nossa atenção. Mas aqui, desejo brevemente chamar você para se arriscar, desafiar e até mesmo confrontar a si mesmo a perguntar: Deus está falando comigo? E qual é a mensagem que comunica?

Vivemos em um tempo onde damos mais importância aos símbolos do que a mensagem, os rituais usurparam a nossa maneira de adorar(sim adorar é instinto primitivo) que está dentro de nós, mais fundo do que as fibras musculares e mais aderente quanto a pele que nos veste, quanto ao corpo e sangue que por nós é partido e repartido todas as santas ceias; temos dado mais atenção a composição dos elementos do que a mensagem transmitida, perdemos a cada ritual a identificação com o Peregrino da estrada de Emaús, seus cravos não nos falam mais e o partir do pão não nos comove. Quão ensurdecidos estão nossos ouvidos e embotada a nossa visão, repetimos e repetimos sem que nada mude dentro de nós; nada está errado com o símbolo, nem com a mensagem, somos nós que desprezamos o entendimento e o saber. Na mesa do Senhor, o irmão sempre será mais importante que o pão e dar a sua vida pelo próximo mais saboroso que o vinho; o suco de uva e o pão não nos absolve da culpa nem remove os pecados, mas o sangue outrora se derramou na cruz; este sim nos apresenta irrepreensíveis diante do Deus Vivo e nos comunica uma mensagem nítida e que faço questão de difundi-la, não a ignore:

“Pois o amor de Cristo nos constrange, porque estamos convencidos de que um morreu por todos; logo, todos morreram.
E ele morreu por todos para que aqueles que vivem já não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.
De modo que, de agora em diante, a ninguém mais consideramos do ponto de vista humano. Ainda que antes tenhamos considerado a Cristo dessa forma, agora já não o consideramos assim.
Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas! 
2 Coríntios 5:14-17″

E isto eu, irmão Wandson vos escrevo:

Fechem seus olhos e apenas ouçam, não se retirem rapidamente; esperem com paciência e ouça o Senhor falar profundamente ao seus corações, não sei de que maneira que Ele usará, mas uma coisa é certa.Ele sempre fala.

Todos podemos Ouvi-lo; mas precisamos nos lembrar como é ser criança em Sua Presença.
Por: Wandson. Dart.Frog

O Baile de Máscaras

Publicado: 08/01/2011 em Reflexão

Você não precisa de máscaras! Precisa de Cristo!

Uma tristeza profunda toma conta de nós de repente e não sabemos explicar como ou por que, mas subitamente um “imã” nos puxa para baixo e nos sentimos intimidados pelas vozes que não cessam dentro de nossas cabeças  e a satisfação de um dia ensolarado se vai. O alimento não nos apetece, como um conto ligeiro toda a nossa alegria se converte em tristeza e a vontade de chorar só não é maior do  que um sono profundo que nos anestesia, nos fazendo mergulhar em uma névoa envolvente e cálida. Mas, como todo o restante da vida, o sono também passa e na tentativa de camuflarmos nossos sentimentos e transparecermos uma força que não temos; começamos a adotar comportamentos que não são nossos e desenvolvemos características descartáveis para nos adaptarmos, sermos aceitos, uma vez que já não nos sentimos seguros dentro de nós mesmos; criamos a falsa ideia de que é seguro o mundo de vidro que nós mesmo projetamos. A quantidade de “máscaras” que usamos é tão vasta que chega a tal ponto de nem nos lembrarmos mais de quem somos!

A depressão se instala lentamente e nós não a percebemos, pois, as máscaras que utilizamos para nos misturar à multidão e jamais demonstrar nossos sentimentos ou fraquezas nos cobrem como um colete à prova de balas e passamos a desafiar a resistência da nossa imunidade-social e nos lançamos aos leões! máscaras antes do culto, antes do trabalho, da escola, da vida, da morte.   Tentamos nos proteger da traição, dos desonestos que são os maus e tentamos esquecer o que nos faz sentir dor. Nosso “senso de justiça”(muitas vezes injusto) inventa mil e uma maneiras de nos imunizar a tal ponto, de não sabermos mais diferenciar a bondade em meio a maldade e nem a maldade dos bons e começamos a nos isolar de forma esguia, nos distanciamos de nós. Esse vazio se torna mais consistência à medida que passamos a rotular tudo e todos e não nos lembramos que a peça capaz de conter a  espiral desse quebra-cabeça auto-degenerativo é Jesus e tentamos nos virar com tudo o que está a nossa disposição e até coisas que não estão, quando na verdade a saída desse labirinto é a Cruz. É lá na Cruz que os nossos disfarces caem por terra e podemos ver nosso próprio rosto!

A festa não precisa acabar agora, sem essa de Colombina, Romeo e Julieta que nada! Não há história de amor mais bonita do que a Daquele que sendo Deus, deixou a sua glória; tornou-se o que os deuses-imortais abominam, para dar a sua vida pela sua amada e ainda vencer o império da morte, transportando a sua amada deste mundo tenebroso para o seu Reino de Glória. O seu amor é tão particular, que até um instrumento de morte tão terrível quanto a cruz, arranca suspiros de amor da sua amada. Sem bombons, nem flores, nenhum perfume, apenas: Uma Cruz e uma Vida.

Por Wandson. Dartfrog

Qual é o som que tem feito a sua alma dançar?

Nossos dias estão se findando sobre esta terra. Isto se deve à maneira irresponsável como tratamos o planeta e ao nosso semelhante, mas creio que ainda haja tempo para mais uma valsa e durante este milésimo de segundo que escorrerá diante dos seus olhos, considere os seus caminhos e mergulhe em uma odisséia através do tempo e espaço. Todas as intempestivas palavras que foram ditas, outras tantas que não foram ditas; pessoas a quem magoamos e que também nos magoaram e toda as outras cenas da nossa jornada, as quais no devido tempo não demos a devida atenção, agora se demonstrarão indispensáveis e você precisa montar este quebra cabeças.

Dê um tempo para sua alma e folgas para o seu corpo que anda tão cansado! Será que isto é viver? Perceber que o tempo está passando tão depressa…na verdade os dias continuam tendo 24hs, mas o nosso cérebro já não consegue mais contar…estamos sendo empurrados contra a parede e tendo apenas a morte como objetivo, e certamente é um grande desperdício de vitalidade. Gastamos a maior parte da nossa vida intelectual por um mundo que não conhecemos e por uma fortuna que não gastaremos: Que enfado! A morte parece até mais gentil que a vida se nos acostumamos a viver assim!

Precisamos reformular tudo isso!..

+Musica, FORA Gritaria

+Família FORA ativismo

+Deus – FORA egoísmo

+Paz -Ódio

Adicionando sempre o que nos faz mais humanos e nos distanciando do que nos faz monstros, feios e sem brio, vencidos pelo medo e incapazes de nos compadecer.

Se quiseres, esqueça de tudo o que foi dito e reinicie o processo, mas é bem certo que a sua alma está ansiosa aguardando ser convidada ao salão principal e ser conduzida num compasso suave e ritmado.

Boa vida!

Por Wandson. Dartfrog

“Portanto, não se envergonhe de testemunhar do Senhor, nem de mim, que sou prisioneiro dele, mas suporte comigo os meus sofrimentos pelo evangelho, segundo o poder de Deus.”
2 Timóteo 1, 8

Nesta página encontra-se o nome de cristãos presos oficialmente por causa de sua fé e testemunho cristãos, e uma breve descrição de seus casos . Eles estão agrupados de acordo com o país onde estão detidos. A data entre parênteses corresponde ao ano de seu nascimento.

Utilize esses nomes apenas para suas orações. Se quiser mandar uma carta, escreva apenas para aqueles que têm campanhas de cartas associadas.

A lista de prisioneiros será atualizada uma vez por mês, e todas as informações obtidas a respeito dos prisioneiros serão postadas aqui. Dados que não estiverem aqui se encontram fora de nosso alcance.

Pra onde você vai brother?

Publicado: 10/29/2010 em Músicas, Reflexão

Pra onde você vai, brother?!

Katsbarnea

Pra onde você vai brother ?
Quanto vale sua vida
Só quero saber se posso lhe ajudar
Pra onde você vai, brother ?
Sem Jesus Cristo em sua vida
Só quero saber se posso lhe ajudar

No meio da noite
Você espera um sorriso
Sei que nessa fase não se mede
Não se conta os prejuízos
Agita corpo e faz sua cabeça
Vale tudo pra esquecer a dor
Disfarçando a solidão

Será que fumar um baseado, cheirar
Coca ou um cigarro é decisão inteligente?
No No No
Será que ficar com alguém sensual, conhecer
o HIV é o grande lance?
Triste ver você todo cabeça, sabe tudo
Mas não sabe como preencher o vazio do coração

De quanto tempo você precisa para ser feliz? Aposto que você nunca parou para se fazer essa pergunta. Mas não se cansa de alegar para si mesmo: “não tenho tempo” ou “não deu tempo”. Apesar de todos os dias terem a mesma quantidade de horas, conseguimos devorar todos os minutos e ainda assim não conseguimos realizar os sonhos, aproveitar os momentos realmente importantes. E os nossos anos se vão, carregados de frustrações. Nós temos “amigos” mas nos faltam amizade. Temos familiares, mas nos falta família. Até possuimos uma religião; mas nos falta Deus! Tudo isso porque, o deus-dinheiro e o senhor-tempo, conseguiram nos aprisionar dentro de uma ampulheta e a senação que temos é que o maior dos descansos que podemos esperar é a morte! Que tristeza! O nosso Deus não nos deu vida para vivermos escravizados pelo tempo, porque Ele fez o tempo, para que nós vivamos em liberdade para agradarmos

á sua Majestade. Se no seu dia você não conseguir se quer cantar um corinho, abraçar seus filhos, dar boas risadas…você certamente não está vivendo para Deus…porque Ele sendo o Senhor do Tempo despiu-se da eternidade para entrar no tempo, para nos resgatar do tempo e nos fazer repousar na Eternidade.

“….porque os vivos sabem que hão de morrer, porém os mortos de nada sabem porque a sua memória jaz no esquecimento…”

Celebremos a vida e todos os seus momentos, pois, assim como surgiram, certamente não se repetirão.

Por Wandson. Dartfrog

“Um sábio chamado João Wesley disse: ‘Dê-me, cem homens que não temam nada a não ser o pecado, e que não queiram a nada, senão a Deus, e nós abalaremos o mundo’.

O Evangelista, sabia que pra atingir o epicentro de um grande tremor, seria necessário um conjunto de fatores naturais ou não-naturais. Por isso ele entendeu que para causar um grande cataclisma evangelístico precisaria de falhas tectônicas. E que mais são os evangélicos neste mundo? Nada mais do que a contracultura, que surgiu de uma grande ruptura na estrutura judáica, cujo nome era Yeshua, o Epicentro foi em belém de Judá, mais precisamente em uma manjedoura. E o mais fantástico é que os efeitos desta ‘tisunami’ são sentidos nos quatro cantos do mundo. E nós somos as pequeninas fendas que se formaram depois deste terremoto. E o próprio Cristo sabia, que através de homens e mulheres comprometidos com a sua Palavra, o Evangelho do reino, seria o colibrir de um novo dia.
Muitos entendem, que Efésios 4, refere-se a um princípio de hierarquia e isso não é uma verdade. Os ministérios não são cadeia de comando; essa é a visão limitada do homem. É unidade, corrente, força coletiva, todos trabalhando por um bem comum. E o maior é o que serve a todos, quanto mais você serve, mais conquista. E quanto menos você é servo, menos você receberá na glória. É triste saber que 70% dos missionários estão nos países mais ricos, enquanto o mínimo restante; sofre flagelos na janela 10/40. Cada vez mais os títulos e as nomeclaturas usurpam a honra: “Pastor” caiu de moda, agora é Apóstolo (e esses tais que se dizem; nunca jamais ousaram pensar o que significa esta palavra); “Evangelista”? não é legal porque é menor que Pastor (dizem eles); “Profeta” (segundo os proprios desejos, só profetizam o que lhes é conveniente) que no tempo oportuníssimo, conseguem extrair falsas profecias, de onde menos se espera…carros, casas, casamentos, curas, causas na justiça. Finalmente a instituição eclesiástica torna-se um grande título de capitalização”.

Convoco a todos quantos lerem este manifesto de indignação, que, reflitam e tomem uma postura, cessem as guerras civis nas igrejas, acabemos com as bajulações e chantagens para adquirir cargos. ”Do que adianta o homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” Levante-se e lute. “Quando o filho do homem vier, porventura achará fé na terra?”

Por Wandson. Dartfrog

Entre os divesos tipos de seguimentos religosos e inúmeras cisões eclesiásticas, nos questionamos a cerca de tantas igrejas, seitas e movimentos de cunho evangélico que defendem serem os “escolhidos”. Quanto a isso, responde a Escritura: “Um, faz separação entre dia e dia, o outro julga iguais todos os dias. Um, diz que de tudo pode comer, o outro que é debil come legumes. O que come, não despreze o que não come; e o que não come não julgue o que come. Cada um tenha o seu propósito bem definido em seu coração.”

Tradicionais, Pentecostais, Renovados (pentecostais moderados), Ultra-conservadores (de direita e de esquerda), Neo-pentecostais, Neo-liberais, Undergrounds. ”Meu Deus com tantas portas, fica dificil pro teu rebanho saber em que porta entrar’. São tantos os atalhos, muitos deles não levam à parte alguma. Outros levam à ruina. Mas onde está o Caminho do Peregrino do caminho de Emaús? Em que lugar das nossas muitas esquadrinhações, perdemos a bússola da razão e demos lugar à loucura, que tão vulgarmente nominamos ‘fé’? Se de fato todos os caminhos levam a Deus, como também todos os caminhos levavam à Roma, porque que nenhum destes caminhos se parecem com o caminho estreito do Carpinteiro Galileu?”.

A resposta é: Porque ainda estamos procurando um Deus à nossa imagem e semelhança. Alguém que nos traga solução aos nossos problemas mais latentes. Os conservadores dizem: “Nos tempos dos meus pais, não era assim”. Já os contemporâneos dizem: ” Isso foi àquele tempo”. Mas a realiade que é; não mudamos tanto assim. As nossas necessidades básicas ainda são as mesmas. Nossos anseios ainda são os mesmos. As razões pelas quais as multidões seguiam a Jesus, ainda são as mesmas que nos levam para orla dos seus vestidos. Então deixemos que a capa da hipocrisia nos seja tirada.

Penso ser necessário que haja toda essa multiplicidade de conceitos em relação às doutrinas. Existem pessoas que são escravos de orelha furada, e já não conseguem mais viver em liberdade, necessitam que alguém lhes açoitem e lhes digam o que fazer; outros sabem exatamente o que devem fazer e não fazem; outros mais, sabem fazer, mas preferem o sono; e alguns poucos reconhecem o chamado e vão.

Por isso te aconselho: Se fores radical, não consuma a ti mesmo ou aos outros no zelo. Se moderado, não seja comedido em relação ao pecado. Pois sabemos que os que consentem são igualmente culpados.

“E não vos conformeis com este ‘mundo’ mas transformais-vos pela renovação da vossa…

..meio quilo de prosperidade ai chefia...500g de descarrego..eh pra hoje peixe...

Que bagunça

….’caxola’ “.

 

Por Wandson. Dartfrog